Notícias da Bahia - Um giro de notícias por toda a Bahia

O portal a cada hora deixando você bem informado. No Hora de Notícias você fica sintonizado com a informação. Nós buscamos notícias de toda a Bahia e ofertamos a você num só lugar.

Juíza Letícia Fernandes despede-se da Comarca de Jequié

-42

A última sessão de julgamento do ano de 2014, realizada nesta quinta-feira (4/12), no Fórum Bertino Passos, foi marcada também, pela despedida da Juíza Substituta, Dra. Letícia Freitas Fernandes, da Vara do Júri, Execuções Penais, Infância e Juventude da Comarca de Jequié. “Sei que será muito difícil encontrar uma equipe profissional  tão prestativa como essa que eu encontrei em Jequié. Sem essas pessoas não seria possível realizarmos o nosso trabalho. Eles abraçaram a causa, apesar de em sua maioria nunca terem trabalhado em uma sessão do júri, mas, se dedicaram e partir daí e conseguimos dar celeridade a processos muito antigos, durante 22 sessões de julgamento, a maioria deles, processos antigos”, revelou a magistrada que trabalhou na Comarca de Jequié pelo período de um ano e dois meses. Por conta desse trabalho, a Vara do Júri e Execuções Penais de Jequié recebeu na terça-feira (2), o Selo de Bronze outorgado pelo Conselho Nacional de Justiça-CNJ. 

Dra. Letícia dividiu a homenagem do CNJ com o Selo de Bronze, com todos os servidores da Vara do Júri

A Juíza aproveitou a oportunidade para dividir a homenagem com toda equipe, haja vista que havia cerca de quatro anos sem que fossem realizados julgamentos em Jequié. Para assumir a condição de Juiz titular da Vara, já está sendo designado outro profissional pelo Tribunal de Justiça da Bahia. Dra. Letícia explicou que na Comarca foi feito um levantamento dos processos até dezembro de 2009, a pedido do CNJ, sendo constatada a existência de 215 processos nessa situação, muitos deles sequer sem ter a denúncia recebida, ou seja, o despacho inicial do Juiz. Ela disse que alguns processos já foram instruídos e serão deixados para o seu substituto instalar a pauta de júri regular, a partir de 2015. Após agradecer também o apoio do Ministério Público, dos advogados, da polícia militar, dos jurados, da imprensa e da comunidade, Letícia Fernandes disse que deixa Jequié com muita saudade e  a expectativa de que no caso de ocorrer no futuro a saída por promoção, de um dos juízes locais, ela possa voltar a ser designada pelo TJ-BA para retornar para trabalhar na Comarca de Jequié.

Compartilhe!

Contador de Cliques